• #

Notícias

05/07/2021 17:07

A solução hiperdiversa

Nos diversos biomas do Brasil, cada ambiente convida a uma experiência peculiar. Uma paisagem natural intocada não é apenas um reservatório precioso de biodiversidade, ela também pode ser uma festa para os sentidos.

Na superlativa Floresta Amazônica, os sons irradiam de todos os níveis, e a vida é abundante, desde o tapete de fungos e matéria orgânica no solo até o topo das árvores mais altas.

Seus vastos rios se estendem pelo horizonte infinito – tartarugas, botos e milhares de espécies de peixes e pequenos insetos vivem em seus habitats alagados, como igapós e várzeas. Essa complexa teia de vida é como um anfiteatro no qual animais e plantas criam todos os tipos de pressões evolutivas e reagem a elas.

Na Mata Atlântica, bromélias, orquídeas e samambaias gotejam da floresta úmida repleta de cachoeiras, conhecida pelo alto endemismo de fauna e flora.

Ocupando um vasto território entre as duas florestas, o Cerrado é a savana mais rica do planeta, onde o azul único do céu adorna caminhos naturais de palmeiras de buriti – imortalizado nos livros de Guimarães Rosa, um dos maiores escritores brasileiros de todos os tempos – ou campos e árvores retorcidas são um palco atraente para animais icônicos como emas, seriemas e lobos-guarás.

E a Caatinga, único bioma exclusivamente brasileiro, que surpreende a ciência a cada dia pela capacidade de esconder formas de vida em suas matas secas ou arbustos que recobrem afloramentos rochosos, onde a seca pode durar quase o ano todo na região do Raso da Catarina.

Os biomas brasileiros, em suma, são mostras exuberantes da biodiversidade do planeta. Quando combinados com outros ecossistemas tropicais ao redor do globo, eles abrigam a maioria esmagadora da biodiversidade da Terra.

Confira a reportagem completa: Hiperdiversidade Tropical (ambiental.media)
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.